“Cinco. Cinco vogais. Cinco sentidos. Cinco amigos. Cinco escritores. Camila, Meg, Ed, Natanael e Carlos, esse é o Clube dos Cinco. Eles se reúnem à meia-noite em volta de uma fogueira, abrem uma boa garrafa de vinho e contam histórias”. É com este prólogo que Camila Kaihatsu “abre” as reuniões de “O Clube dos Cinco”. Mas, em que se constitui este clube? Gentilmente, Camila se dispôs a responder as perguntas que deram origem a esta matéria, exclusiva do Culturograma.

Segundo ela, o projeto nasceu de um desejo de promover a literatura nacional e os autores que fazem parte da proposta, a qual representa uma maneira de cada um dos participantes mostrar seu trabalho com mais liberdade artística. Quando Kaihatsu idealizou o projeto, imaginou algo como um grupo de escritores (cinco!) contanto histórias uns para os outros. Fazem parte deste grupo os seguintes escritores: Meg Mendes, Ed Celente, Natanael Otávio e Carlos H. F. Gomes, além da própria Camila Kaihatsu.

A cada mês o projeto “O Clube dos Cinco” traz cinco contos novos com um tema diferente. No primeiro mês os contos abordavam questões sobre Lendas Urbanas e cada autor criou sua própria história tendo esse cenário como pano de fundo. No mês de agosto as histórias giraram em torno de questões envolvendo o folclore nacional.

Os membros deste dileto clube inspiram-se em obras de grandes mestres do terror como Edgar Allan Poe, H. P. Lovecraft, Stephen King e R. F. Luchetti, um dos maiores nomes da literatura de terror no Brasil.

As histórias criadas pelos autores participantes do projeto devem explorar temas que abordem o fantástico, o mistério e o terror. Todos os participantes possuem interpretações diferentes em relação a um mesmo tema. “O Clube dos Cinco” constitui uma espécie de grupo secreto, onde os membros contam histórias de terror, fantasia e mistério. Porém, para felicidade dos leitores, essas histórias são divulgadas gratuitamente na página do grupo, na internet.

Para Camila, cada vez mais os contos de terror/horror ganham espaço na literatura nacional, sendo que o cenário para este tipo de trabalho tem se revelado promissor, devido a aceitação dos leitores em geral. Uma prova disso são as antologias e coletivos de escritores que se propõe a promover esse gênero.

Fica aqui o convite para conhecer este belo projeto! A fanpage do grupo no Facebook é Clube dos Cinco. Vamos nos reunir em volta da fogueira e compartilhar as histórias dos talentos que compõe “O Clube dos Cinco”!

Comentários