Sempre me perguntei sobre quantos talentos escondidos a literatura no Brasil possui. Depois que comecei a trabalhar junto ao pessoal da Luva Editora, conheci um universo cheio de autores com muito talento. Desse grupo faz parte a trupe de A Arte do Terror.

O projeto “A Arte do Terror” surgiu durante uma conversa em um grupo de Whastapp, no qual amigos e escritores falavam sobre as coisas que estavam fazendo. Desse grupo fazia parte Donnefar Skedar, que foi responsável por propor para Faby Crystall a criação do projeto. Ambos já tinham se envolvido em um projeto semelhante, o que fez com a ideia tomasse corpo. Assim, no ano de 2015 surgiu “A Arte do Terror”.

O próximo volume será o oitavo livro do Projeto. Na ordem, são eles: Volume 1 (tema livre), Edição Especial – Halloween, Volume 2 (tema livre), Volume 3 – Epidemias, Edição Especial – Memento Mori (narrativas curtas), Volume 4 – Cartas, Edição Especial – História e o próximo será o Volume 5 – Primeira Guerra Mundial. A partir do Volume 4 – Cartas os livros passaram a ser disponibilizados também em formato físico, pelo Clube de Autores, sendo que a Edição Especial – História tem contos diferentes nas versões digital e física. Também há um volume apenas no formato físico intitulado A Arte do Terror, com alguns contos dos cinco primeiros livros.

Todos os envolvidos no trabalho realizado pelo grupo possuem experiência no campo da literatura. Donnefar Skedar (nascido em Santo André/SP) divulga seu trabalho na internet desde o ano de 2009 e é o criador do selo Elemental Editoração, através do qual publica suas obras. Possui no currículo 11 livros publicados, dos quais 4 são coletâneas. Alguns de seus livros receberam traduções para o inglês, espanhol, francês e italiano, como por exemplo, o livro “Dirty Vampires – Revelações”, que foi lançado nos quatro idiomas.

Henrique Santos (nascido em Fortaleza/CE) é um jovem escritor de ficção que se dedica a escrever contos, romances (suspense, investigação e mistério) e peças de teatro (tragédias). É formado em Letras (Português/Literatura) pela Universidade Federal do Ceará e é especialista em Ensino de Literatura. Em 2017 venceu o concurso literário da Secretaria de Educação do Estado do Ceará, tendo seu primeiro romance de suspense e mistério “O Segredo do Cemitério São João Batista”, publicado e lançado na XII Bienal Internacional do Livro no Ceará.

Carlos H. F. Gomes faz parte da equipe de “A Arte do Terror” desde o volume 2 do projeto, quando publicou seu primeiro conto. Ele ajuda na revisão dos textos e faz parte da organização dos trabalhos desde a publicação do volume 3 – Epidemias. Carlos é contista desde 2005, tem 6 contos publicados nas diversas edições de “A Arte do Terror” e é bicampeão do Desafio de Contos de Terror DTRL. Publicou o e-book “Olhos Apagados”. Tem participações na antologia de poemas “Sociedade dos Poetas Vivos”, na antologia de contos “O Mundo Fantástico de R. F. Lucchetti” (ambas organizadas por Camila Kaihatsu) e brilha no romance coletivo Rio Vermelho (Luva Editora) com previsão de lançamento em agosto de 2018. Além disso, é membro de O Clube dos Cinco, grupo que publica contos de terror e horror baseados em lendas urbanas e sobre o qual também traremos detalhes.

A “Arte do Terror” ainda conta com a participação do espanhol Brian Agustin Gonzales que, desde a adolescência, encontrou na escrita uma forma de espantar as sombras da dor da sua existência. Ele é o responsável pelas traduções para o espanhol dos livros que fazem parte do projeto. Faby Crystall (cofundadora do projeto), Larissa Prado e Lucas Souza constituem ex-integrantes do grupo.

Do primeiro volume fizeram parte 4 autores com 8 contos publicados. Já o volume 4 contou com a presença de mais de 60 autores e mais de 100 contos publicados. Atualmente cada volume tem em média 30 contos. Segundo os organizadores, os livros são pensados para serem laçados em formato digital, sendo assim não há uma preocupação em limitar o número de contos. O esforço do grupo está na preparação dos textos para oferecer ao leitor o melhor de cada autor, independente da quantidade de contos a serem publicados por edição.

A lista de autores que fazem parte de “A Arte do Terror” é vasta, sendo que podem ser citados Faby Crystall, Donnefar Skedar, E.N. Andrade, Larissa Prado, Morphine Epiphany, Glau Kemp, Ana Rosenrot, Ricado de Lohem, C.B. Kaihatsu, Hedjan C.S., Lilian S. Bastidas, Nyssa Schuwartz, Tito Prates, Lorhan Rocha e Gustavo Lopes. Além disso, fazem parte dos autores publicados o italiano Alberto Arecchi e a portuguesa Sara Timoteo.

 As imagens que ilustram esta matéria constituem as capas de alguns dos volumes e foram gentilmente cedidas pelo pessoal de “A Arte do Terror”. Também quero deixar aqui meu agradecimento a equipe que prontamente respondeu meu e-mail e contribuiu para que esse material pudesse ser produzido.

Fica aqui o convite para que vocês conheçam “A Arte do Terror” e abracem a literatura nacional!

Comentários